May 08, 2020

MEDIDAS PHILIP MORRIS I CORONAVÍRUS

Comunicado PMB

Atenta ao crescimento dos casos confirmados do Covid- 19 no Brasil, a Philip Morris Brasil considera de extrema importância que ações de prevenção sejam tomadas para controlar e minimizar a situação. Dessa forma, criou um Comitê de Contingência com representantes de diversas áreas da companhia, que acompanham diariamente as atualizações do tema, além de avaliação sobre quais medidas são necessárias para garantir a segurança de seus colaboradores, terceiros e parceiros. Entre as medidas tomadas estão:

Auxílio aos colaboradores:

  • Desde o dia 16/03 todos os eventos e reuniões são realizados virtualmente, quando possível, e remarcados quando não.
  • A empresa recomendou o trabalho remoto (home office) aos colaboradores e terceiros das áreas administrativas dos escritórios de São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Curitiba, das regionais de vendas e da fábrica de Santa Cruz do Sul (RS). Só estão tendo acesso aos Centros de Distribuição e TPs aquelas pessoas que, pela natureza de sua função, precisam acessá-los.
  • No caso da fábrica de Santa Cruz do Sul, a área administrativa executa suas atribuições em sistema de home office. A circulação de pessoas na área industrial foi reduzida ao mínimo possível, com restrições de acesso de terceiros; e as equipes que atuam nas linhas de produção de cigarros, além de contarem com todas as medidas de contenção padrão, estão sendo monitoradas por medidores de temperatura, com o objetivo de zelar pela saúde e bem-estar desses colaboradores que seguirão trabalhando.
  • As medidas da unidade fabril estão sendo atualizadas periodicamente e o Comitê de Contingência, com representantes de diversas áreas da companhia, dialoga com o poder público, com o objetivo de minimizar ao máximo os impactos sobre a sustentabilidade do negócio.
  • Seguindo a determinação da Lei de Aprendizagem, nenhum aprendiz pode trabalhar de forma remota ou de maneira flexível. Portanto, neste momento, foram dispensados de suas atividades.
  • Foi solicitado que empresas contratadas informem à PMB como estão monitorando o estado de saúde de seus colaboradores e apresentem um plano de ação para garantir a segurança dos terceiros e dos colaboradores.
  • Os colaboradores com sintomas de gripe, após comunicar o fato aos seus gestores, estão sendo encaminhados ao atendimento médico. A área médica está apta a acompanhar o colaborador em relação às medidas de prevenção.
  • Sobre os exames do Coronavírus, cobertos pelos planos de saúde oferecidos pela empresa, a PMB tem orientado seus colaboradores, conforme as recomendações do Ministério da Saúde e da Operadora de Saúde contratada:
    • Exames/testagens são realizados somente em pessoas que apresentam SINTOMAS (febre, tosse, espirro e dificuldades respiratórias)
    • Exames/testagens, além dos sintomas, devem contar com prescrição médica
  • Todas as viagens internacionais já haviam sido interrompidas em fevereiro, e, agora, viagens nacionais são avaliadas pelos gestores, que recomendam que os compromissos sejam mantidos de forma virtual (online), quando possível. A empresa também está monitorando colaboradores que realizaram viagens nos últimos 30 dias a trabalho ou em férias.
  • Já está em prática a campanha de prevenção, que utiliza os canais e comunicação da empresa, como os quadros de avisos, TVs e e-mails, para reforçar as orientações das autoridades de saúde, bem como as práticas de reforço na higiene individual dos colaboradores (uso de álcool gel e lavar as mãos, sempre).
  • Disponibilização de álcool gel e máscara para todos os colaboradores e equipes de vendas. 
  • Distribuição de produtos de higiene individual para todos os colaboradores que ainda precisam acessar a fábrica.
  • Compra de tecidos e elásticos para produção de máscaras caseiras, feitas por voluntários (parentes de funcionários) em Santa Cruz do Sul, que foram distribuídas aos colaboradores da empresa.
  • Suporte ao colaborador e sua família por meio do Programa Apoio PMB. Em parceria com a empresa Aster, todos os colaboradores e seus familiares passam a contar com o atendimento de especialistas em diversas áreas, como psicologia, nutrição, jurídica, financeira, pedagógica, fisioterápica, de serviço social, educação física e até PET. Os atendimentos são confidenciais e por meio de canais digitais, como telefone 0800 e o Portal de Saúde Emocional.

Auxílio à Prefeitura de Santa Cruz do Sul:

Além das medidas internas, a Philip Morris Brasil uniu esforços à Prefeitura de Santa Cruz do Sul, com o objetivo de combater a pandemia de Coronavírus na região do Vale do Rio Pardo, que é muito importante para as operações da empresa:

  • Produção e doação de 1.200 litros de álcool sanitizante, destinado à higienização de mãos, espaços e materiais, volume que poderá ser ampliado, caso outras empresas possam contribuir com a doação de insumos, uma vez que a unidade da PMB está apta a fabricar o produto, de acordo com norma publicada ontem pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
  • Repasse de cerca de R$ 500 mil à Prefeitura Municipal, sendo R$ 250 mil para manutenção do Hospital de Campanha, em funcionamento desde o dia 23 de março. Outros R$ 250 mil referentes ao IPTU de 2021, que poderão ser antecipados, como forma de contribuir para o caixa municipal de forma emergencial nesse momento de crise.
  • A PMB, por meio da coligada Profigen do Brasil, emprestou à Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) um dos poucos equipamentos existentes no Estado do Rio Grande do Sul, com grande capacidade de extração e processamento de material genético do vírus (RNA). O objetivo é agilizar os testes genéticos para diagnóstico da doença, com o auxílio técnico que os colaboradores da empresa oferecerão à Universidade. O equipamento permitirá que a universidade inicialmente realize 5.000 testes para diagnóstico da doença.
  • A Associação dos Colaboradores da Fábrica mobiliza os colaboradores em ações de voluntariado, como a doação de sangue, arrecadação de alimentos e kits de higiene, que são repassados para instituições que fazem o gerenciamento de pessoas em situação de vulnerabilidade.
  • Em uma ação conjunta com a Universidade de Santa Cruz (Unisc) e a Santa Cruz Ambulância, a PMB repassou ao Hospital Santa Cruz (HSC) um ventilador mecânico, com o objetivo de contribuir para o combate ao novo Coronavírus (Covid-19).
  • A PMB doou à Secretaria de Educação do município 10 toneladas de alimentos em cestas básicas, que serão repassadas para as famílias de crianças matriculadas na rede municipal de ensino e que estão em situação de vulnerabilidade.
  • Preparação e distribuição de marmitas para as famílias dos alunos da Escola Municipal Frederico Assmann, no bairro Belvedere, em Santa Cruz do Sul. Ao todo, 520 pessoas serão beneficiadas, entre alunos e familiares, até o retorno das aulas. O objetivo é minimizar o impacto da falta da merenda escolar, em razão do isolamento social, para crianças em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Auxílio ao Estado do Rio Grande do Sul:

  • Para ampliar o apoio a outras cidades do Estado, a Philip Morris Brasil realizou a doação de 30 mil máscaras ao Governo do Rio Grande do Sul, para serem usadas de acordo com os critérios das autoridades de saúde.
  • A PMB também fechou parceria com a Universidade Feevale, de Novo Hamburgo, para viabilizar a aquisição de um Extrator de DNA/RNA, que possibilitará a realização inicial de 6.000 testes, atendendo 30 municípios do Estado.
  • R$ 475 mil repassados para sete hospitais públicos do estado do Rio Grande do Sul: Hospital São Sebastião Martir (Venâncio Aires), Hospital São Vicente de Paulo (Osório), Hospital São Paulo / Fundação Araucária (Lagoa Vermelha), Hospital Santo Antonio (São Francisco de Assis), Hospital Caridade de Canguçu (Canguçu), Hospital Santa Casa de Caridade (Bagé), Hospital Nova Esperança (Nova Esperança do Sul). O objetivo é colaborar com os hospitais no enfrentamento ao coronavírus.

Auxílio ao Brasil:

  • Para a Prefeitura de São Paulo, a PMB disponibilizou 10 veículos de sua frota de distribuição, com motorista e equipe de apoio. O objetivo foi contribuir durante um mês com a entrega de mais de 16 mil cestas básicas, fornecidas pelo município. Isso representa 197 toneladas de alimentos distribuídos por meio da área de distribuição e logística da PMB, para o Programa Cidade Solidária.
  • Ainda dentro do Programa, a empresa, de forma complementar e em colaboração com seus funcionários, repassaram R$ 19 mil convertidos em cestas básicas que serão repassados à população vulnerável da cidade. Os colaboradores doaram quantias em dinheiro que foram dobradas pela empresa, em uma doação conjunta.
  • No Estado de Santa Catarina, a PMB retomou a compra de tabaco, que havia sido temporariamente interrompida, para conter a contaminação pela Covid-19. A empresa quer, com essa medida preservar a sustentabilidade dos produtores da região. Para isso, segue todas as normas estabelecidas pelas autoridades públicas de saúde do Estado, a fim de garantir de maneira prioritária a segurança e a saúde de toda a cadeia durante a pandemia.
  • A empresa prorrogou os prazos de pagamento, sem juros e multas ao varejo. Desta forma, contribui com os pontos de venda que não estejam funcionando, em razão de medidas restritivas locais e, por este motivo, não têm como honrar seus compromissos neste momento.