February 22, 2021

PHILIP MORRIS BRASIL AMPLIA INVESTIMENTOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DOS PRODUTORES DE TABACO

planta2
Empresa une esforços à consultoria Produzindo Certo, para diagnóstico e aperfeiçoamento individualizado de milhares de propriedades na Região Sul

A Philip Morris Brasil (PMB) inicia 2021 com um novo programa para promover maior eficiência e preservação do meio ambiente das propriedades produtoras de tabaco dos três Estados da Região Sul do País. A iniciativa tem como parceira a Produzindo Certo, empresa especializada em gerenciamento ambiental no agronegócio brasileiro, por meio do equilíbrio entre eficiência produtiva e gestão dos recursos naturais e humanos.
 
O programa é respaldado por um projeto piloto, realizado no ano passado, com a participação de 123 produtores integrados à cadeia de fornecimento da PMB, do Rio Grande do Sul. Com os resultados positivos alcançados, a empresa deu sequência para sua implantação.
 
“O programa desenvolvido com a Produzindo Certo fornece um diagnóstico socioambiental das propriedades produtoras de tabaco, de forma individualizada. Com isso, enxergarmos as necessidades de cada produtor e conseguimos levar conhecimento, melhores práticas de produção e novas tecnologias, o que acelera o desenvolvimento sustentável dos pequenos produtores e suas famílias, beneficiando toda a cadeia produtiva”, destaca Roberto Schloesser, Head de Sustentabilidade da Philip Morris Brasil (PMB).
 
Segundo o coordenador Operacional da Produzindo Certo, Jaime Dias, o trabalho com a Philip Morris Brasil visa preparar os produtores de tabaco, para a agricultura do futuro, pois a sociedade civil se torna a cada dia mais exigente em relação à sustentabilidade dos produtos. “Produzir respeitando o meio ambiente e a comunidade é fundamental, independentemente do tamanho da propriedade. Estamos unindo nossa experiência ao compromisso da PMB com a sustentabilidade, para alavancar a evolução dos fumicultores, por meio das boas práticas de gestão.”
 
O programa na prática
 
Para executar o programa, a PMB dividiu sua equipe de orientadores em dois times: o de produção – que continua dando suporte nas questões relacionadas às boas práticas agrícolas, melhorias de produtividade, qualidade e garantia da integridade da produção – e o que trabalha exclusivamente voltado às questões de sustentabilidade.
 
Os orientadores de sustentabilidade foram capacitados para avaliar as propriedades, no que se refere à qualidade da água, erosão do solo, vegetação nativa, segurança do trabalho, entre outros aspectos.  Para isso, contam com a plataforma da Produzindo Certo, que oferece todos os recursos e indicadores necessários para diagnóstico e aperfeiçoamento da propriedade do ponto de vista socioambiental.
 
O plano de ação estabelecido após o diagnóstico é personalizado, com base na legislação ambiental dentro das necessidades e possibilidades do produtor. Como a adesão é voluntária, ao optar em colocá-lo em prática, o produtor passa a receber assistência técnica contínua.
 
O programa tem como uma de suas grandes vantagens mostrar a evolução qualitativa do trabalho desenvolvido ao gerar uma pontuação para cada um dos pilares – social, ambiental e produtivo –, permitindo que os produtores acompanhem as melhorias ao longo do tempo.
 
Dentro da programação estabelecida, o programa atingirá, em 2021, todos os produtores do Rio Grande do Sul e, em 2022, 100% dos produtores de Santa Catarina e Paraná que possuem contrato de fornecimento de tabaco com a PMB.