March 30, 2021

PHILIP MORRIS BRASIL TRANSFORMA RELACIONAMENTO COM O VAREJO POR MEIO DE PLATAFORMA DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL DA DATAROBOT

inovaçãosquad
Modelo de previsão de demanda apresentou ganhos significativos em 5 de 7 segmentos avaliados na prova de conceito

São Paulo, março de 2021 –
Quando se tem mais de 180 mil pontos de venda espalhados pelo Brasil, a capacidade de monitorar os diferentes cenários - sazonalidade, demandas específicas, regionais e processo logístico - se torna complexa e difícil de ser conduzida sem automação. Ao buscar se reinventar investindo em transformação digital, a Philip Morris Brasil (PMB), multinacional produtora de tabaco e seus derivados, encontrou na plataforma de Inteligência Artificial da DataRobot a solução mais assertiva para quebrar padrões e auxiliar na tomada de decisões estratégicas junto ao varejo. 
 
Antes da implementação da plataforma de IA, que compreende DataPrep, Automação de Machine Learning e MLOps (Deploy facilitado de modelos, monitoramento e governança de modelos preditivos d a própria DataRobot ou de terceiros), a DataRobot realizou uma prova de conceito (PoC),entre maio e julho de 2020, seguida de um piloto, que aconteceu de setembro a janeiro deste ano, envolvendo mais de 2.500 pontos de venda. Na PoC, o modelo de previsão de demanda apresentou ganhos significativos em 5 de 7 segmentos avaliados.
 
“Houve também uma melhoria nas projeções em torno de 10% nos primeiros meses do piloto. O modelo de propensão à bonificação obteve mais de 67% de acurácia durante a prova de conceito, o que representa um potencial significativo na gestão estratégia de campanhas utilizando Machine Learning”, afirma Oliver Fuljahn, diretor de Vendas e Distribuição da Philip Morris Brasil.
 
Com acesso a dados históricos de vendas da PMB, a equipe da DataRobot realizou um planejamento para demonstrar a capacidade de análise das informações pela plataforma de IA. “Envolvemos várias áreas ligadas ao planejamento de vendas e capacitamos os profissionais da Philip Morris Brasil para atuarem com a nossa solução. O projeto foi totalmente colaborativo, com encontros virtuais semanais de uma hora entre os times da PMB e da DataRobot”, explica Jonathan Farinela, cientista de dados da DataRobot. 
 
A solução da DataRobot permitiu à equipe de dados da PMB compreender as variáveis e modelos utilizados no planejamento. “Geramos vários insights que contribuíram no diálogo das áreas de negócios com as comerciais para definição das melhores estratégias de campo”, afirma Rodrigo Bertin, diretor de Customer Success LATAM da DataRobot.
 
Segundo a Philip Morris Brasil, a solução de IA foi importante para analisar o desenvolvimento de vendas. “Se consigo prever os impactos das possíveis variáveis, também posso atuar melhor no ponto de venda”, destaca Oliver.
 
Ao adotar a plataforma de Inteligência Artificial da DataRobot, empresa americana, que tem entre os fundadores o brasileiro Tom de Godoy, a PMB conseguirá acessar dados mais assertivos para decisões ágeis, que poderão incrementar o processo de vendas e melhorar a experiência (CX) com os varejistas.
 
“Nosso objetivo é que as equipes da Philip Morris extraiam  informações valiosas para ajudar na geração de novos negócios, a partir de uma abordagem fundamentada em inteligência de dados e em um modelo com interface user friendly”, complementa Bertin.