16-07-27_pmi_day-3-8625
CIÊNCIA E INOVAÇÃO

A criar melhores alternativas para o maior número possível de fumadores

Uma abordagem de bom senso para a saúde pública

Segundo a Organização Mundial de Saúde, mais de mil milhões de pessoas vão continuar a fumar em 2025.1 Com tantas pessoas a optarem por fumar, faz todo o sentido que existam alternativas menos nocivas do que os cigarros.

Investimos em pessoas, recursos, tempo e dinheiro para desenvolver melhores alternativas para os fumadores. O nosso portefólio de produtos inovadores inclui quatro plataformas de produtos que vão ao encontro das várias preferências dos fumadores adultos para os ajudar à sua adopção.

Na prossecução da nossa visão de produtos de risco reduzido, gostaríamos de poder contar também com o apoio de medidas que incentivem uma ampla mudança tão breve quanto possível. Só atingiremos um benefício significativo para a saúde pública quando um grande número de fumadores adultos adotarem alternativas menos nocivas. Estamos confiantes que a combinação certa entre políticas públicas e iniciativa comercial poderá acelerar decisivamente os esforços para reduzir a nocividade global causada pela continuação do consumo de cigarros.

1 Bilano V, Gilmour S, Moffiet T, d’Espaignet ET, Stevens GA, Commar A, Tuyl F, Hudson I, Shibuya K. (2015) Global trends and projections for tobacco use, 1990–2025: an analysis of smoking indicators from the WHO Comprehensive Information Systems for Tobacco Control. Lancet 385:966-76.

Holding an iQOS

O Problema da Combustão

Fumar é simples: um fumador acende um cigarro e aspira o ar através do mesmo até que o tabaco e o papel ardam por completo. Este processo de combustão produz uma mistura complexa a que chamamos fumo. O fumo do cigarro contém aromas da mistura de tabaco, mas também nicotina, que existe naturalmente nas folhas de tabaco. São estes elementos que os consumidores apreciam quando fumam. Porém, o processo de combustão também produz mais de 8.000 substâncias químicas, 1% das quais foi identificada como a causa ou a potencial causa de doenças associadas ao consumo de cigarros tais como cancro do pulmão, doenças cardiovasculares e enfisema.

Ao longo de anos de investigação e desenvolvimento, criámos uma nova classe de produtos inovadores que não assentam no princípio da combustão e por isso não produzem fumo. Em vez disso, descobrimos várias formas de produzir um vapor com sabor a tabaco e com nicotina que o consumidor pode aspirar, contendo níveis substancialmente reduzidos de químicos nocivos.

Os nossos produtos de tabaco aquecido são baseados neste princípio de aquecimento, sem recorrer ao processo de combustão, ou seja, o tabaco é aquecido apenas para libertar nicotina e aromas no vapor. Os nossos produtos sem tabaco usam nicotina líquida extraída de folhas de tabaco, cada um produz um vapor distinto que contém diversos aromas e nicotina. Embora não sejam isentos de risco, todos estes produtos inovadores são uma alternativa melhor a fumar - mas a melhor opção é sempre deixar de fumar ou nunca começar.

 

 

Platform 2: TEEPS

O Papel da Nicotina

A nicotina é viciante e pode ser altamente tóxica quando ingerida ou absorvida em grandes doses (superiores às que resultam de fumar ou do consumo de produtos que, não envolvendo combustão, libertam um aerossol), podendo aumentar o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea. Mas, contrariamente ao que se pensa, não é a nicotina a responsável pela nocividade do consumo de tabaco. São as toxinas e agentes carcinogénicos presentes no fumo do tabaco que constituem as causas principais das doenças associadas ao consumo de cigarros. Mas a nicotina é uma das razões pelas quais as pessoas fumam, para além do sabor e do ritual. Para que os fumadores optem por alternativas menos nocivas, esses produtos devem conter nicotina. É precisamente por isto que estamos empenhados em desenvolver produtos que ofereçam um vapor com nicotina e sabor a tabaco, mas com níveis significativamente mais reduzidos dos químicos nocivos encontrados no fumo dos cigarros.

Embora estes produtos sejam melhores alternativas do que fumar, a melhor opção para a saúde é deixar de fumar ou nunca começar. Certas pessoas - incluindo mulheres grávidas ou estejam a amamentar e pessoas com doenças cardíacas, pressão arterial elevada, ou diabetes - não devem usar produtos que contenham nicotina. Os menores também não devem usar ou aceder a tabaco ou a produtos que contenham nicotina.

 

Platform 2: TEEPS

Procura de Alternativas Menos Nocivas

Os fumadores adultos de todo o mundo procuram melhores alternativas aos cigarros, com preferências diferentes em termos de rituais, sabor e experiência.

Muitos consumidores estão familiarizados com os cigarros eletrónicos, que existem no mercado há vários anos. Apesar do sucesso considerável, a atual geração destes produtos não satisfaz todas as necessidades dos fumadores. Atualmente já comercializamos cigarros electrónicos e estamos a investir para melhorar a tecnologia.

Platform 2: TEEPS

Consideramos que os produtos de tabaco aquecido são promissores. Dentro desta categoria lançámos o sistema de aquecimento de tabaco IQOS em várias cidades por todo o mundo. Atualmente, mais de dois milhões de fumadores adultos já adotaram o IQOS e vamos continuar a lançar o produto em novas localizações geográficas.

Ao oferecer um portefólio diversificado de produtos potencialmente menos nocivos, acreditamos conseguir mudar um ainda maior número de fumadores de forma mais rápida, aumentando a nossa presença nesta categoria e contribuindo também para um impacto positivo na saúde pública.