November 23, 2015

IQOS - Um produto revolucionário, início de uma nova era em Portugal

news-pt
Uma nova experiência de consumo de tabaco, sem fumo, sem cinzas e com menos cheiro


IQOS, um dispositivo eletrónico revolucionário que aquece tabaco em vez de o queimar, produzindo um aerossol que permite aos fumadores adultos disfrutar do verdadeiro sabor de tabaco, chega a Portugal por via da Tabaqueira, uma subsidiária da Philip Morris International (PMI). Utiliza tecnologia de vanguarda, desenvolvida há mais de uma década pela PMI no seu Centro de Investigação e Desenvolvimento, na Suíça.

Antes do início da sua comercialização o produto esteve no nosso país em fase de prélançamento. A Tabaqueira orgulha-se de Portugal estar entre os primeiros países a comercializar IQOS, até aqui à venda apenas no Japão, Itália e Suíça.

A PMI investiu desde 2008 cerca de 2 mil milhões de euros na investigação, desenvolvimento e avaliação de uma série de Produtos de Risco Reduzido (PRR*), definidos como produtos com o potencial de reduzir o risco individual e a nocividade para a população por comparação com a utilização de cigarros combustíveis. O desenvolvimento de produtos com o potencial de reduzir o risco de desenvolver doenças associadas ao tabagismo é uma das prioridades de topo da PMI. O projeto envolve uma equipa de mais de 430 cientistas e especialistas.

Concebido especificamente para IQOS, a PMI desenvolveu HeatSticks, que são um produto de tabaco novo, apropriado para esta nova experiência de consumo de tabaco. IQOS não é um cigarro eletrónico. Ao contrário dos cigarros eletrónicos, que produzem um aerossol a partir de uma solução líquida que não contém tabaco, os HeatSticks contêm tabaco da mais elevada qualidade, com misturas de tabaco concebidas para serem aquecidas, sem combustão.

Esta nova categoria de produto de tabaco permite ao fumador adulto uma nova experiência de consumo de tabaco – sem fumo, sem cinza e com menos cheiro que os cigarros. Utiliza a tecnologia heat-not-burn (aquecer sem queimar), sendo que inclui uma resistência de aquecimento ou lâmina de elevada tecnologia cuja temperatura atinge 350 graus centígrados. O tabaco existente nos Heatsticks é no entanto aquecido a uma temperatura máxima de 250 graus centígrados, evitando a combustão, ao contrário dos cigarros convencionais, que chegam a temperaturas de mais de 800 graus centígrados.

A PMI está a levar a cabo um conjunto alargado de estudos de modo a verificar se IQOS reduz o risco de doenças relacionadas com o tabagismo por comparação com a utilização continuada de cigarros. O programa de avaliação científica da PMI inclui uma bateria de estudos préclínicos e um conjunto abrangente de estudos clínicos, que segue padrões científicos rigorosos e incorpora metodologias de avaliação alinhadas com as práticas da indústria farmacêutica, bem como orientações da Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos. Já determinámos que, com exceção da nicotina, o vapor gerado pelo IQOS contém em média menos 90 a 95% de constituintes nocivos ou potencialmente nocivos por comparação com um cigarro e que o aerossol é em média 90 a 95% menos tóxico que o fumo de um cigarro. Num estudo clínico de três meses recentemente levado a cabo no Japão, a redução média dos biomarcadores de exposição a 15 constituintes nocivos ou potencialmente nocivos medidos em fumadores que transitaram para IQOS aproximou-se do efeito observado em fumadores que deixaram de fumar durante a duração do estudo. Embora conclusões finais a respeito do perfil de risco reduzido de IQOS só possam basear-se na totalidade da evidência, estes resultados permitem-nos confiar que estamos na linha de rumo adequada para demonstrar que IQOS é não só um produto de exposição reduzida, mas também uma alternativa menos nociva para os fumadores.

Para Arpad Konye, Administrador-delegado da Tabaqueira, “a comercialização de IQOS pela Tabaqueira marca o início de uma nova era em Portugal, com um dispositivo eletrónico de última geração que aquece tabaco para fumadores adultos. Uma nova experiência de consumo de tabaco, sem fumo, sem cinzas e com menos cheiro. Na Tabaqueira estamos extremamente orgulhosos de poder apresentar este produto inovador aos consumidores em Portugal, um dos primeiros países no mundo a receber IQOS.”

Informação pormenorizada sobre o conhecimento científico que a PMI tem vindo a acumular nestes últimos anos ao longo deste processo de desenvolvimento de produtos de risco reduzido está disponível em www.pmiscience.com (parcialmente também acessível em português). Incentivamos e acolhemos como particularmente positivas a avaliação e a revisão por parte de cientistas e de instituições especializadas da exatidão e da integridade dos nossos métodos e dados científicos. Estamos empenhados na promoção de um diálogo aberto com a comunidade científica abertos e certos de estarmos a prosseguir entretanto padrões científicos de excelência. 

*Produtos de risco reduzido ("PRR") é o termo que a PMI utiliza para se referir a produtos com o potencial de reduzir o risco individual e a nocividade para a população por comparação com a utilização de cigarros combustíveis. Os PRR da PMI estão em vários estágios de desenvolvimento e a PMI está a realizar estudos científicos aprofundados e rigorosos para determinar se pode sustentar relativamente a tais produtos que existe uma exposição reduzida aos componentes nocivos e potencialmente nocivos no fumo e em última instância sustentar que existe risco de doença reduzido, por comparação com a utilização de cigarros combustíveis. Antes de fazer tais alegações, a PMI terá de avaliar com rigor na sua globalidade o conjunto de dados dos estudos científicos relevantes para determinar se substanciam uma exposição reduzida ou risco. Quaisquer afirmações (ou alegações) também podem ser sujeitas a revisão e aprovação governamental, como é o caso nos Estados Unidos.

Gabinete de Imprensa

E-mail: tabaqueira@pmi.com Tel: +351 21 915 7700 Fax: +351 21 915 3838

A Tabaqueira é a subsidiária da Philip Morris International (PMI) em Portugal, uma das maiores empresas do país e a maior empresa tabaqueira em Portugal. A Tabaqueira é ainda uma das dez principais empresas exportadoras nacionais, enviando a sua produção para mais de 35 países. A PMI é a principal empresa internacional no sector do tabaco, com seis das 15 marcas internacionais mais vendidas, com produtos comercializados em aproximadamente 180 países.

Mais informações sobre a Tabaqueira e a PMI em www.tabaqueira.pt  e www.pmi.com