November 06, 2018

Juventude e nicotina: o papel das empresas de tabaco

juventude e nicotina

Há muitos que os jovens são justamente aconselhados a não fumar. Contudo, em face da rápida inovação no sector, urge adaptar esse aconselhamento. Por isso devemos agora recomendar aos jovens que devem também abster-se de usar qualquer produto com nicotina. Ponto, parágrafo. A nicotina cria dependência. Não é isenta de riscos, em particular para os adolescentes. Sou Diretor-Executivo da Philip Morris International (PMI), mas também sou Pai, motivo pelo qual sou particularmente firme quando recomendo aos meus Filhos que não usem qualquer produto com nicotina.

 

Na sequência das recentes iniciativas da Agência para a Alimentação e o Medicamento norte-americana (Food and Drug Administration - FDA), com o intuito de procurar travar a utilização de cigarros eletrónicos pelos jovens americanos, é evidentemente oportuno iniciar uma conversa sobre a nicotina, que tem de ser acompanhada por ações significativas por parte da sociedade.

 

Juntamente com os pais, os profissionais de cuidados de saúde e as entidades reguladoras, os fabricantes de produtos de administração de nicotina com ou sem tabaco também têm de cumprir o seu papel. Um dos ativistas que mais se faz ouvir a favor do controlo do tabaco, Matthew Myers, Presidente da Campaign for Tobacco Free Kids (Campanha pelas Crianças Livres do Tabaco), afirmou recentemente que “o impacto na saúde pública de produtos diferentes varia consoante a forma de comercialização.” Concordo.

Na PMI temos em mente contribuir para construir um futuro livre de fumo: um mundo sem cigarros. No caso das centenas de milhões de homens e mulheres de todo o mundo que, de outra forma, continuariam a fumar, o nosso objetivo é incentivá-los a optar por produtos não combustíveis de administração de nicotina com ou sem tabaco, comprovadamente melhores alternativas do que continuar a fumar.

 

Os nossos produtos inovadores sem combustão estão disponíveis em mais de 40 países. Contudo, não comercializamos quaisquer produtos de tabaco e/ou nicotina nos EUA, embora tenhamos submetido à FDA pedidos de introdução no mercado do nosso produto de tabaco aquecido eletronicamente.

 

Estamos conscientes de que temos de agir com extremo cuidado para alcançar o nosso objetivo de um mundo sem fumo. Os jovens não se devem tornar consumidores de nicotina. Antigos fumadores e pessoas que nunca fumaram não devem retomar ou iniciar o consumo de produtos de tabaco e/ou nicotina. O nosso objetivo é apenas proporcionar melhores escolhas para os homens e as mulheres que fumam hoje em dia, incluindo os 40 milhões de fumadores americanos.

Andre Calantzopoulos - Fumo e Juventude
 
Levamos muito a sério a nossa responsabilidade. As nossas Boas Práticas de Conversão (Good Conversion Practices) constituem para nós o referencial sobre a forma de encorajar os fumadores adultos a optar por produtos inovadores que não sujeitam o tabaco a combustão. Recusamo-nos a direcionar estes produtos para pessoas que nunca fumaram ou que deixaram de fumar. Temos plena consciência de que estes produtos não são inócuos nem são uma alternativa segura aos cigarros. Do mesmo modo que os nossos padrões de comercialização se baseiam no princípio segundo o qual só comercializamos os nossos produtos junto de fumadores adultos.

Os líquidos com sabores variados, comuns entre os cigarros eletrónicos, têm sido apontados como o fator que suscita a respetiva atração junto dos jovens. Nos EUA, só solicitámos autorização à FDA para introduzir no mercado três opções para o nosso produto de tabaco aquecido eletronicamente: uma versão de tabaco simples e duas versões de tabaco mentolado. Estas versões estão próximas do gosto e da experiência a que os fumadores americanos estão habituados, o que, do nosso ponto de vista, é crucial para os ajudar a abandonarem o consumo de cigarros.

 

É preciso encontrar um ponto de equilíbrio. Os jovens não devem consumir produtos com nicotina. Isso é indiscutível. Simultaneamente, as políticas públicas dos EUA reconhecem o papel que produtos de tabaco sem combustão e outros produtos com nicotina podem ter para ajudar os fumadores adultos a deixarem os cigarros. É por isso importante encontrar esse ponto de equilíbrio para conseguir um verdadeiro avanço em prol da saúde pública.

 

Em janeiro deste ano, a PMI compareceu perante um comité consultivo público da FDA no âmbito de um pedido relativo ao nosso produto de tabaco aquecido eletronicamente. Deixámos claro que, em nosso entender, as várias medidas aplicáveis ao abrigo da lei norte-americana de controlo dos produtos de tabaco (Tobacco Control Act), como as restrições à publicidade e a monitorização pós-comercialização, proporcionam um conjunto de salvaguardas necessárias para minimizar possíveis utilizações indesejadas. Se a FDA nos conceder autorização para a introdução no mercado dos nossos produtos de tabaco aquecido eletronicamente, iremos trabalhar com a agência para monitorizar ativamente quem está a usar o nosso produto através de protocolos de investigação bem definidos, que poderiam ser aplicados à avaliação de produtos com nicotina.

 

Nessa mesma reunião, a PMI comprometeu-se publicamente a "não dar nenhum passo em falso". Este é um compromisso que tencionamos cumprir.




Boas Práticas de Conversão (Good Conversion Practices) da PMI aplicáveis a produtos sem fumo

- Os produtos sem fumo destinam-se a fumadores adultos que querem continuar a fumar tabaco ou a consumir produtos com nicotina.

 - Não direcionamos os produtos sem fumo a pessoas que nunca fumaram ou que deixaram de fumar.

 - O nosso objetivo é fazer com que todos os adultos que, de outra forma, continuariam a fumar, mudem para produtos sem fumo, como, por exemplo, o IQOS. Estamos empenhados em apoiar os fumadores adultos na sua transição através de educação e de aconselhamento.

 - Os produtos sem fumo não são uma alternativa a deixar de fumar. A melhor escolha que consumidores preocupados com os riscos para a saúde associados ao tabaco podem fazer é deixar completamente de fumar.

 - Para usufruírem dos benefícios comparativos dos produtos sem fumo, os fumadores adultos deveriam mudar definitivamente e abandonar os cigarros permanentemente.

 - Os produtos sem fumo não estão isentos de riscos, nem são uma alternativa segura aos cigarros, mas são uma escolha muito melhor para os fumadores que queiram continuar a consumir tabaco e nicotina.



share this story