May 14, 2020

Mudança Organizacional da Tabaqueira distinguida com Prémio APCE

APCE

A Tabaqueira, subsidiária portuguesa da Philip Morris International (PMI), foi distinguida na categoria “Campanha de Mudança Organizacional” na edição do Grande Prémio APCE deste ano, uma competição promovida pela Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa que premeia a excelência e o profissionalismo dos responsáveis de comunicação nacionais.

Mais do que uma campanha de mudança organizacional, este prémio da APCE vem assim reconhecer o processo de transformação do negócio da Tabaqueira e da PMI, que, em 2016 anunciou uma profunda alteração da sua visão estratégica, traduzida na assinatura que, desde então, a organização tem utilizado: um Futuro Livre de Fumo.

Desde há mais de uma década que  a PMI investiu mais de 5,5 mil milhões de euros na área de Investigação & Desenvolvimento, colocando a ciência, a tecnologia e a inovação ao serviço do desenvolvimento de soluções alternativas para os fumadores adultos que, de outra forma, manteriam o consumo de cigarros. Uma equipa de mais de 400 cientistas, das mais diversas áreas das Ciências da Saúde, tem, através de rigorosos programas de avaliação e substanciação científica, desenvolvido produtos inovadores sem combustão, que permitem consumir nicotina de forma menos nociva – e que, por isso, apresentam um potencial de redução de risco relativamente aos cigarros e são uma melhor alternativa para os fumadores. A melhor opção para qualquer fumador é, não obstante, deixar de consumir qualquer produto de tabaco ou nicotina.

Estes desenvolvimentos foram objeto de mais de 30 estudos por parte de laboratórios independentes, e entidades governamentais de credibilidade e reputação inquestionáveis, que confirmam importantes elementos da evidência científica da PMI. A maioria confirmam a redução significativa de químicos nocivos nos produtos sem combustão, quando comparados com cigarros.

Em Portugal, onde existem cerca de dois milhões de fumadores, a Tabaqueira tem disseminado e partilhado a sua nova visão de forma consistente quer interna quer externamente. Atualmente, são cerca de 200 mil os portugueses que utilizam os novos produtos de tabaco sem combustão.

Rui Minhós Diretor de Assuntos Institucionais da Tabaqueira, afirma: “A mudança de paradigma do negócio e da própria cultura organizacional da PMI, que assenta hoje muito em pesquisa científica e em inúmeros projetos de Investigação & Desenvolvimento, impõe novas formas de comunicação, mais exigentes e em múltiplas frentes. A estratégia de valorização dos produtos de tabaco aquecido, em direção a um futuro livre de fumo, requer uma abordagem comunicacional diferenciada e especializada, que procura falar aos diferentes destinatários da nossa comunicação. E que faz dos nossos quase 1000 trabalhadores da Tabaqueira agentes geradores de uma mudança positiva, comunicadores da transformação organizacional.”

Através de sessões de esclarecimento e debates públicos, passando pelo contacto mais direto com os consumidores na sua página de internet e redes sociais, são muitos os momentos de comunicação em que a Tabaqueira tem partilhado a sua nova visão. “Transparência. Essa tem sido a chave da concretização da nossa comunicação enquanto organização. Transparência na informação que damos e transparência das nossas intenções. E temos colocado ao serviço da comunicação os mesmos princípios que norteiam a nossa missão enquanto organização: sustentabilidade, inovação, inclusão e diversidade. Privilegiamos o diálogo aberto e regular com os nossos diversos stakeholders, dos trabalhadores aos fornecedores, da comunidade local às autoridades de saúde e decisores políticos, sem esquecer os nossos clientes. Por isso, este prémio é, para nós, o reconhecimento público de um processo altamente disruptivo e positivo para o setor”, acrescenta o responsável.

A Tabaqueira foi selecionada por um júri independente como vencedora da categoria “Campanha de Mudança Organizacional”, de entre 72 finalistas a 19 categorias.

 

Sobre a Tabaqueira

Fundada em 1927 e desde 1997 subsidiária da Philip Morris International (PMI) em Portugal, a Tabaqueira é a maior empresa do setor no país e atualmente um dos principais centros de produção da PMI na Europa. Localizada em Sintra, emprega mais de 900 trabalhadores e em 2019 exportou mais de 80% da sua produção para 17 países (aproximadamente 600 milhões de Euros), encontrando-se entre as 10 maiores empresas exportadoras nacionais. O compromisso da Tabaqueira para com a sustentabilidade é transversal a toda a sua atividade, procurando minimizar as externalidades negativas associadas aos seus produtos, operações e cadeia de valor. Para mais informação consulte www.tabaqueira.pt.

 

Sobre  a Philip Morris International:

A Philip Morris International (PMI) está a liderar uma transformação na indústria do tabaco com o objetivo de criar um futuro sem fumo por via da substituição dos cigarros por produtos sem fumo para benefício dos adultos que, de outra forma, continuariam a fumar, da sociedade, da empresa e dos seus acionistas. A PMI é a principal empresa internacional de fabrico e comercialização de tabaco, em particular, de cigarros, de produtos sem fumo e respetivos dispositivos eletrónicos e acessórios, bem como de outros produtos que contêm nicotina em mercados fora dos EUA. Neste país, o grupo Altria, Inc. comercializa, sob licença da PMI, uma versão da sua Plataforma 1 (sob a designação comercial IQOS) e os respetivos consumíveis autorizados pela Agência Americana para a Segurança Alimentar e do Medicamento (FDA). A PMI está a construir um futuro assente numa nova categoria de produtos sem fumo, que embora não sejam isentos de risco, são uma escolha muito melhor do que continuar a fumar. Através da aplicação de competências multidisciplinares ao desenvolvimento de produtos, de instalações de ponta e de substanciação científica, a PMI procura garantir que os seus produtos sem fumo vão ao encontro das preferências dos consumidores adultos de acordo com requisitos normativos rigorosos. O portefólio de produtos sem fumo da PMI inclui produtos de tabaco aquecido sem combustão e produtos de vapor com nicotina. Segundo as estimativas da PMI, a 31 de março de 2020, aproximadamente 10,6 milhões de fumadores adultos em todo o mundo já teriam parado de fumar e mudado para o produto sem combustão da PMI, IQOS, disponível para comercialização em 53 mercados, em cidades importantes ou a nível nacional. Para obter mais informações, consulte www.pmi.com  e www.pmiscience.com .