August 25, 2020

Projeto-piloto tecnológico para combater lixo no chão

PILOTO

Decorre em Lisboa uma iniciativa piloto com parceiros internacionais na área da inteligência artificial e da localização inteligente para a deteção de resíduos.

 

Este projeto piloto tem como objetivo recolher informações e monitorizar os resíduos depostos nas ruas da cidade – entre os quais beatas, mas também papel, vidro, folhas de árvores, entre outros e decorre durante dois dias (25 e 26 de agosto).

Um projeto realizado no âmbito da Capital Verde Europeia 2020, em colaboração com a Tabaqueira, uma subsidiária da Philip Morris International (PMI), e com a participação de parceiros tecnológicos internacionais – as startups Cortexia e Litterati, para além da Carto, conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.

Este projeto-piloto vai ao encontro de um dos compromissos da Capital Verde Europeia 2020, na área dos resíduos, nomeadamente a promoção da diminuição de resíduos na cidade, o aumento da recolha seletiva, o combate ao uso de plástico descartável, o desperdício alimentar, e a promoção de uma verdadeira economia circular dos materiais.

Durante estes dois dias, um veículo adaptado pela Cortexia com tecnologia de ponta e software de inteligência artificial irá percorrer algumas ruas da cidade de Lisboa, detetando resíduos e coligindo dados, informação essa que será posteriormente utilizada para monitorização e otimização da limpeza urbana. Ao mesmo tempo e com o mesmo fim, a Litterati percorrerá as ruas de Lisboa fazendo uso da tecnologia que desenvolveu numa aplicação de "crowdsource-cleaning".

A par do teste à tecnologia e metodologia que está a ser desenvolvida em conjunto por estes parceiros tecnológicos internacionais, esta ação procura também sensibilizar e transmitir boas práticas ambientais, procurando promover o descarte adequado dos resíduos. Trata-se de uma iniciativa que arranca em Lisboa com o objetivo de ser também replicada a nível global pela PMI que, em julho deste ano, estabeleceu uma nova e ambiciosa meta a nível ambiental – reduzir em 50% os resíduos plásticos dos seus produtos até 2025 (versus 2021). 

Sobre a Câmara Municipal de Lisboa e Lisboa Capital Verde Europeia 2020

A par da cidade antiga, com um património bastante rico, Lisboa é também uma cidade moderna. É um centro importante de negócios, de turismo, de cultura e ambiente.A 21 de Junho de 2018 Lisboa foi distinguida com o galardão de Capital Verde Europeia 2020. A distinção resulta da avaliação de um conjunto de especialistas internacionais sobre 12 indicadores que visam avaliar a sustentabilidade na cidade.Em 2020, Lisboa assume compromissos para o futuro, mobilizando todos para a ação, numa posição clara em matéria de combate às Alterações Climáticas. Para mais informação, consulte https://lisboagreencapital2020.com

Sobre a Cortexia

A recolher as informações e a monitorizar os resíduos nas ruas da cidade de Lisboa estará a startup suíça especialista em inteligência artificial Cortexia, que tem desenvolvido a sua atividade na otimização eficiência da higiene urbana, em cidades como Zurique e Genebra. Para mais informação, consulte www.cortexia.ch.

Sobre a Litterati

A startup Litterati, que promove e capacita as pessoas a realizarem limpezas nos seus bairros, também participa no projeto nas ruas de Lisboa e tem desenvolvido com sucesso iniciativas em grandes cidades como Viena e São Francisco. A empresa desenvolveu uma aplicação que incentiva os cidadãos a apanharem resíduos, partilhando fotos e localizações da limpeza “conquistada”. Para mais informação, consulte www.litterati.org.

Sobre a Carto

Assim como a tecnológica Carto, criada em Espanha,  que se tornou na principal plataforma de Inteligência de Localização do mundo e que recentemente fez uma parceria estratégica com a Google. Para mais informação, consulte www.carto.com.

Sobre a Tabaqueira

Fundada em 1927 e desde 1997 subsidiária da Philip Morris International (PMI) em Portugal, a Tabaqueira é a maior empresa do setor no país e atualmente um dos principais centros de produção e sede de vários Centros de Excelência da PMI na Europa e a nível global (incluindo a sede da PMI Leaf que suporta as boas práticas agrícolas na Europa, Médio-Oriente e África). Localizada em Sintra, emprega mais de 900 trabalhadores e, em 2019, exportou mais de 80% da sua produção para 17 países (aproximadamente 600 milhões de Euros), encontrando-se entre as 10 maiores empresas exportadoras nacionais. O compromisso da Tabaqueira para com a sustentabilidade é transversal a toda a sua atividade, procurando minimizar as externalidades negativas associadas aos seus produtos, operações e cadeia de valor. Para mais informação, consulte www.tabaqueira.pt.

Sobre a Philip Morris International

A Philip Morris International (PMI) está a liderar uma transformação na indústria do tabaco com o objetivo de criar um futuro sem fumo por via da substituição dos cigarros por produtos sem fumo para benefício dos adultos que, de outra forma, continuariam a fumar, da sociedade, da empresa e dos seus acionistas. A PMI é a principal empresa internacional de fabrico e comercialização de tabaco, em particular, de cigarros, de produtos sem fumo e respetivos dispositivos eletrónicos e acessórios, bem como de outros produtos que contêm nicotina em mercados fora dos EUA. Neste país, o grupo Altria, Inc. comercializa, sob licença da PMI, uma versão da sua Plataforma 1 (sob a designação comercial IQOS) e os respetivos consumíveis autorizados pela Agência Americana para a Segurança Alimentar e do Medicamento (FDA). A PMI está a construir um futuro assente numa nova categoria de produtos sem fumo, que embora não sejam isentos de risco, são uma escolha muito melhor do que continuar a fumar. Através da aplicação de competências multidisciplinares ao desenvolvimento de produtos, de instalações de ponta e de substanciação científica, a PMI procura garantir que os seus produtos sem fumo vão ao encontro das preferências dos consumidores adultos de acordo com requisitos normativos rigorosos. O portefólio de produtos sem fumo da PMI inclui produtos de tabaco aquecido sem combustão e produtos de vapor com nicotina. Segundo as estimativas da PMI, a 30 de junho de 2020, aproximadamente 11,2 milhões de fumadores adultos em todo o mundo já teriam parado de fumar e mudado para o produto sem combustão da PMI, IQOS, disponível para comercialização em 57 mercados. Para obter mais informações, consulte www.pmi.com e www.pmiscience.com.