December 21, 2018

A PMI APOIA OS OBJETIVOS DA DIRETIVA EUROPEIA DE COMBATE AOS PLÁSTICOS DESCARTÁVEIS

DIRETIVA EUROPEIA DE COMBATE AOS PLÁSTICOS DESCARTÁVEIS

A Philip Morris International (PMI), de que a Tabaqueira é subsidiária em Portugal, apoia os objetivos da Diretiva de Combate aos Plásticos Descartáveis da União Europeia (UE), agora politicamente aprovada, cujo objetivo é evitar e reduzir o impacto ambiental de determinados produtos de plástico, incluindo os filtros para tabaco de plástico com origem biológica. É com expetativa que aguardamos os trabalhos tendentes a garantir uma transposição atempada e eficaz das suas disposições para os ordenamentos jurídicos internos de cada Estado-membro da UE.

 

Estamos conscientes dos impactos negativos que tem no ambiente o lixo originado pelos filtros e estamos empenhados em contribuir para a respetiva redução. Acreditamos que a melhor forma de o alcançar passa pelo seu descarte adequado e por uma alteração no comportamento dos consumidores. Do ponto de vista da PMI, para o conseguir é necessária uma colaboração entre as partes envolvidas, que pode ajudar a encontrar soluções, a aumentar a consciencialização e a dar visibilidade à questão.

 

Neste contexto, o conceito geral de Responsabilidade Alargada do Produtor pode desempenhar um papel na redução do problema do lixo de forma eficiente em termos económicos e ambientais e também de um ponto de vista socialmente aceitável. Para a PMI, este conceito inclui uma expansão e um fortalecimento significativos das nossas campanhas de sensibilização dos fumadores para o problema com o objetivo de os incentivar a descartarem adequadamente os filtros.

 

No âmbito do seu projeto de transformação tendo em vista contribuir para a construção um futuro livre de fumo, a PMI está a trabalhar ativamente em soluções inovadoras para reduzir o lixo resultante do consumo dos seus produtos sem fumo. O tabaco aquecido não envolve combustão, o filtro usado no produto não tem exposição ao fumo, não é necessária extinção após consumo e o cheiro prevalecente é muito menos intenso que os filtros dos cigarros. Nessa medida, os respetivos consumidores dispõem de condições mais propícias para procederem ao descarte adequado do lixo resultante após consumo, o que naturalmente facilita também a aplicação a todo o processo de uma lógica de economia circular no respetivo tratamento.

 

Para mais informações, visite a secção dedicada à sustentabilidade disponível aqui. Veja também aqui a informação sobre a iniciativa de sensibilização para o problema mais recentemente lançada pela Tabaqueira.

share this story